#20 – Assurance, de William Stafford

9 02 2010

Assurance

You will never be alone, you hear so deep
a sound when autumn comes. Yellow
pulls across the hills and thrums,
or in the silence after lightning before it says
its names – and then the clouds’ wide-mouthed
apologies. You were aimed from birth:
you will never be alone. Rain
will come, a gutter filled, an Amazon,
long aisles – you never heard so deep a sound,
moss on rock, and years. You turn your head –
that’s what the silence meant: you’re not alone.
The whole wide world pours down.

William Stafford

_______________________________________________

Uma certeza

Você nunca estará só, pois ouve tão profundamente
um som ressoar com a chegada do outono. Brisas em tons de amarelo
sopram por colinas e cadilhos,
ou no silêncio que segue o trovão, antes que ele profira
seus nomes – e, em seguida, desculpas proferidas pelas bocas largas
das nuvens. Você foi predestinado:
você nunca estará só. A chuva
cairá, uma calçada pavimentada, uma Amazona,
longos corredores – você nunca ouviu um som tão profundamente
musgo sobre rocha, anos que se passaram. Você olha para trás
e descobre o que o silêncio lhe dizia: você não está só.
O vasto mundo rui por inteiro.

Traduzido por Wagner Miranda

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: