#27 – Retrato, de Cecília Meireles

14 06 2010

Portrait

I didn’t have the face I have today,

this calm, this sad, this skinny face,

nor these eyes, so empty,

nor these bitter lips.

I didn’t have these weak hands,

so motionless and cold and dead;

I didn’t have this heart

that doesn’t even show.

I didn’t realise this change

so simple, so certain, so easy:

– In what mirror have I lost my face?

Translated into English by Wagner Miranda

###################################################

Retrato

Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios,
nem o lábio amargo.

Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração
que nem se mostra.

Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil:
– Em que espelho ficou perdida a minha face?

Cecília Meireles

Retrato

Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios,
nem o lábio amargo.

Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração
que nem se mostra.

Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil:
– Em que espelho ficou perdida a minha face?

Cecília Meireles

Anúncios

Ações

Information

4 responses

24 06 2010
Olga

Esse poema me faz lembrar um amigo que não conheço mais… Fantástico! Como algumas coisas se encaixam tão perfeitamente… Parece o acaso… Apenas parece… bjs

4 11 2010
camila

eu to trise por que perdi uma amiga muio especial mais um pouquinho feliz adoro suas poesias cecilia meireles.

14 11 2013
elide mastena

Cecília Meireles dispensa
comentários e cumprimentos, sua grandeza e carga emotiva são reconhecidas e “sentidas” na alma de quem a lê! Parabéns ao Wagner Miranda pela sensibilidade de traduzir este poema
tão lindo, “Retrato”. Elide Mastena

18 11 2013
Wagner Miranda

Muito obirgado, Elide. Que bom que você gostou. É sempre um grande prazer traduzir autores brasileiros para o inglês, afinal de contas eles merecem todo o destaque possível. Certamente traduzirei mais poemas dela no futuro. Um grande abraço 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: